29 de janeiro de 2012

As flores do jardim da minha casa

Eu trago flores pra vocês... "as flores do jardim de minha casa". Sem muitas palavras porque a imagem delas dispensa qualquer palavra.







Abraços,


27 de janeiro de 2012

O Big Besta Brasil... O que pensará Deus a respeito disso?


Com certeza não será o que o Pedro Bial pensa.  O que mais me deixa pasma é que muitas vezes eles mesmos dizem: "afinal de contas, também sou "filho de Deus". Como se por acaso o fato de ser filho de deus ( que biblicamente falando tem um contexto totalmente diferente do que se apregoa por aí), fosse prerrogativa para se justificar a falta de moralidade e bons costumes. E sei que ´para muitas pessoas , essa frase "bons costumes" é ultrapassada e careta, afinal de contas, os valores morais estão ultrapassados e ridículos. O legal é ser descolado e moderno. Mas um aviso sério aos navegantes: independente do que pensamos ou sentimos, ou mesmo achamos, Deus continua Deus, mesmo sem nós, e Ele é eterno e não moderno.
Lendo uma poesia de cordel do maravilhoso Antônio Barreto (lá no blog da Adriana Moura), pensei: "Não posso de jeito nenhum deixar de compartilhar essa sabedoria popular com minhas amigas e amigos do blog" ; e aí está para vocês se deleitarem e fazerem bom uso (claro, dando os créditos devidos ao poeta). Lá vai, leia até o final que vale muito a pena:

Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão 'fuleiro'
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, 'zé-ninguém'
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme 'armadilha'.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Da muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social

Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério - não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os "heróis" protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já se tornou imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
"professor", Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos "belos" na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos "emburrecer"
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal.
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal.

FIM

Detalhes do artista:  Antonio Barreto nasceu nas caatingas do sertão baiano, Santa Bárbara/Bahia.
Professor, poeta e cordelista. Amante da cultura popular, dos livros, da natureza, da poesia e das pessoas que vieram ao Planeta Azul para evoluir espiritualmente.
Graduado em Letras Vernáculas e pós graduado em Psicopedagogia e Literatura Brasileira.
Seu terceiro livro de poemas, Flores de Umburana, foi publicado em dezembro de 2006 pelo Selo Letras da Bahia.


Abraços,


22 de janeiro de 2012

Nenhum outro lar é melhor que o seu... (cantinhos do meu jardim)

Enquanto escrevia esse post escutava a música "latindo pra lua" do filme BOLT, O Supercão, e me identifiquei com boa parte da letra... porque quando olho pro meu cantinho, pro meu jardim, é assim que me sinto, vejam só:

Tenho muito pra contar, você vai  ver
Posso não ter sete vidas, mas essa é boa pra valer


E em tudo o que vivi, verdadeiro vi ser
Mas teve coisas que eu não percebi, até te conhecer
QUANDO ESTOU OLHANDO, pra luuuuaaa, (...)
Sinto o vento me dizer,


 Nenhum outro lar é melhor do que o seu pois ele pertence a você!



Agora vou "olhando" pra lua
SABENDO que o sol VAI nascer
Uhuhu vou cantar...uhhh pra vc...


Repetindo: Nenhum outro lar é melhor que o seu, pois ele pertence a você!

Abraços,



18 de janeiro de 2012

Olá pessoas queridas!

Lembram da visitinha das amigas que falei no post passado? Pois é, estou postando hoje algumas fotos para vocês. Foi uma tarde muito agradável, cheia de brincadeiras , sorteio de presentinhos e um amigo secreto ótimo. Bom, o motivo da reunião foi o encerramento ( um pouco atrasado devido a uma irmã querida que havia feito uma cirurgia e não queríamos fazer a confraternização sem a presença dela) da  MCA 2011 (mulheres cristãs em ação). É sempre receber, eu amo, e quando são pessoas queridas,  melhor ainda. 
Foi tudo bem informal , muito bacana mesmo, espero que vocês gostem.


Usei garrafas vazias com botões de rosas para dar um charme extra às mesas

                                               

Fala sério, não ficou fofo?


                                     

Uma "panorâmica" rss






                                                

Aqui algumas lembrancinhas

                                       

Olha algumas amigas queridas aí!



Ahhhh, claro que teve um lanche maravilhoso, esqueci de contar né?


Esse rocambole é uma especialidade minha tá gente! Ele é salgado e vocês poderão ver a receitinha lá no meu blog de culinária QUE VOU ATUALIZAR AMANHÃ MESMO!


Hummmmm....!



E aí? Gostaram?
Abraços,


15 de janeiro de 2012

EDITADO:Uma revoada de borboletas no meu jardim! E DESTA VEZ, VENDO AS IMAGENS!RS

Oi amigas e amigos,


Desculpem os defeitos nas imagens (não estava dando para visualizá-las), mas agora está tudo concertadinho pra vocês. MAs como eu dizia antes, ma postagem editada,
esse final de semana foi bem corrido aqui por casa. No sábado recebi a visita de várias amigas para uma reunião muito divertida (depois eu posto as fotos do jardim arrumado). Antes de recebê-las resolvi realizar um projetinho que vinha pretendendo desde o ano passado e ainda não havia tido tempo, que era fazer algumas borboletas de acetato (ou pet) e decorar meu jardim com elas. Então aproveitei a deixa e pus a mão na massa. E o que produzi estão aqui para vocês conferirem. espero que gostem. Gostaria eu que a revoada de borboletas fossem de borboletas de verdade,mas na impossibilidade disso, fico feliz que tenham sido pelo menos dessas mesmo!!!rs



















 Detalhe: Sabe aqueles guarda-chuvas velhos que jogamos fora? Essa aqui ó: 
Pois é...são estas hastes que suspendem as borboletas e dão firmeza, coladas com cola quente. Fica aí a dica . E aí, gostaram? Pois comentem!!!
Abraços,


9 de janeiro de 2012

Sensacional! Vale a pena assistir!


Não deixem de assistir até o final. É incrível como uma propaganda dessas não tem a devida
circulação. Ainda mais quando nos dias de hoje o livro está se tornando para muitas pessoas uma peça obsoleta. Mas para mim, pessoalmente, nenhuma modrnidade substitui o prazer de FOLHEAR um bom livro. Os livros em minha vida foram divisores de água. E minha paixão por eles em nada diminuiu, e não existe tablet ou e-book que mude e sse meu conceito.

Ah, não sei de quem é a autoria desse filme, mas caso você saiba quem é, me passa um e-mail para que dê o créditos e os parabéns.

video

Abraços,




4 de janeiro de 2012

O chá do Chapéu

Oi minhas queridas amigas,
Desde o ano passado que eu tinha reservado essas fotos para mostrar a vocês e acabei esquecendo. Hoje remexendo em meus arquivos encontrei-as e resolvi postar. Esse evento eu organizei na minha igreja. Foi o "Chá do chapéu", uma tarde de diversão com as amigas. e diga-se de passagem foi muito divertido. Organizei um desfile com as amigas e irmãs cada uma com seu chapéu, e com premiação: a primeira colocada recebeu um prêmio: uma linda xícara de vime cheia de tulipas! rsss Foi muito divertido, elas gostaram demais. Depois do desfile desfrutamos desse delicioso chá. Só faltou vocês! rs

Esses sanduíches de metro estão em uma cesta de vime feita especialmente para eles. Encomendei ao meu pai, e ele fez. Quem se interessar entra em contato comigo, ok? Ele faz de qualquer tamanho.


Essa foi a mesa do "buffet"


Foram em duas salas, e essa é uma delas com mesas individuais


As lembrancinhas foram lindas! Um cafezinho da manhã com direito a tudo: Bule, xícaras, frutas, pães e biscoitos, tudo em biscuit, da Ju Biscuit. Esse ateliê JU BISCUIT, é de minha sobrinha e minha irmã. FAzem coisas lindas e também fornecem para lojas. Todos os biscuits são modelados À mãos, sem o uso das forminhas.



Essa foi a decoração do outro salão, com mesas grandes para várias convidadas



Mais fotos das delícias


E essa foi a lembrancinha de mesa, feita por mim. Ensinei as irmãs a fazerem as tulipas e montei os arranjos



E aí, gostaram?